linhahorizonte

Doenças Vasculares

MALFORMAÇÃO ARTERIOVENOSA



O que é malformação arteriovenosa (MAV)?

É uma das doenças mais difíceis de explicar para o paciente. Para entendê-la você precisa saber que no nosso cérebro temos:

1- Artérias – são vasos sanguíneos que levam o sangue do coração cheio de oxigênio para o cérebro. Como o coração bombeia o sangue com força elas precisam ter uma parede forte e musculosa para aguentar a pressão.

2- Veias – são vasos sanguíneos que levam o sangue quase sem oxigênio do cérebro para o coração. Tem paredes bem finas pois não precisam aguentar a pressão direta do coração.

3- Capilares – pequenos vasos sanguíneos que ficam no interior dos tecidos (órgãos) como o cérebro. Uma das funções deles é ligar suavemente as artérias (alta pressão) com as veias (baixa pressão).

No caso das MAVs o que ocorre é que, por uma formação incorreta do sistema nervoso quando em desenvolvimento, as artérias se comunicam diretamente com as veias, sem as redes de capilares apropriadas para amortecer. No lugar dos capilares há um emaranhado de vasos tortuosos chamado “nidus”. Devido a estas alterações, esses vasos estão muito propensos a sangramento.

Mal formacao arteriovenosa

Os sintomas das MAVs mais comuns incluem: epilepsia (convulsões), ou déficits neurológicos e dor de cabeça. A dor de cabeça pode ser forte e súbita quando ocorre um sangramento ou até mesmo uma dor semelhante à enxaqueca pode ocorrer geralmente do mesmo lado da MAV. O diagnóstico correto inclui um estudo com ressonância magnética de crânio e angiografia cerebral. Existem várias modalidades de tratamento que podem ser usadas de forma simples ou combinada, tais como: cirurgia, radiocirurgia, embolização ou até tratamento conservador.

* Esse texto foi produzido e editado por Dra Raquel Zorzi - CRM 142761 - RQE 56460.